Pão entrançado de pesto . Pesto braided bread

Pão entrançado de pesto . Pesto braided bread

Não é muito comum fazer pão em casa, tenho a sorte de ter uma padaria excelente mesmo à porta. Pão alentejano, de centeio, de mistura, de alfarroba, broa de milho, grandes, pequenos, em bolinhas, é só escolher. Já tive uma máquina de pão mas aquele pão do tipo forma, sempre igual, perdeu para a concorrência, a tal padaria que às 7 da manhã já tem fornadas de pães ainda quentinhos do forno. No entanto, de vez em quando, apetece-me fazer pão em casa. Gosto de todo o ritual. De esperar que o fermento ganhe vida, de ver a farinha solta transformar-se numa massa elástica e flexível; de a deixar repousar, sem perturbações, o tempo necessário para que cresça; e, por fim, a parte melhor, o aroma e sabor do pão acabado de fazer.

Esta receita foi republicada no blogue My Common Table, onde todas as novas receitas passarão a ser publicadas.

Pão entrançado de pesto . Pesto braided bread
Pão entrançado de pesto . Pesto braided bread
Pão entrançado de pesto . Pesto braided bread

Pão entrançado de pesto

Impressionem os vossos amigos e família com este pão entrançado de pesto, bonito por fora e cheio de sabor por dentro.
Faz 1

Ingredientes:
160 ml leite morno
20 g fermento de padeiro fresco
1/2 colher de chá de açúcar
300 g farinha + extra para polvilhar a bancada
1 colher de sopa de azeite + extra para untar
2 colheres de chá de sal

Para o pesto:
1 molho de manjericão, apenas as folhas
1/2 chávena de azeite extra virgem
1/3 chávena de pinhões
2 dentes de alho
1/2 chávena de queijo parmesão ralado na hora
Sal e pimenta preta moída na hora, a gosto

Preparação:
1. Na taça da batedeira, equipada com o gancho para massa, misture o leite, o fermento e o açúcar. Deixe repousar na taça até que a mistura fique espumosa, cerca de 10 minutos.

2. Misture a farinha, azeite e sal. Amasse até obter uma massa homogénea, cerca de 10 minutos. A massa deve limpar o fundo e as laterais da taça. Se isso não acontecer, adicione mais farinha, se estiver muito húmida, ou água, se estiver muito seca, uma colher de sopa de cada vez.

3. Deite um pouco de azeite sobre a massa e cubra a taça com película aderente. Deixe repousar durante aproximadamente 1 hora, até que tenha mais ou menos duplicado de volume.

4. Enquanto a massa está a descansar, faça o pesto. Junte o manjericão, azeite, pinhões, alho, sal, pimenta e uma colher de sopa de queijo na taça de um processador de alimentos e pulse algumas vezes para picar. Adicione o restante queijo e misture com uma colher. Prove e ajuste o tempero.

5. Pré-aqueça o forno a 180º C e forre um tabuleiro de forno com papel vegetal. Enfarinhe levemente a superfície de trabalho e, com o rolo, estenda a massa num rectângulo. Espalhe o pesto sobre a massa, deixando uma pequena margem em redor.

6. Enrole o retângulo no sentido do comprimento e coloque-o sobre o tabuleiro. Corte a massa ao meio, no sentido do comprimento, virando o lado cortado para cima. Depois comece a entrançar, cruzando uma metade sobre a outra.

7. Coza no forno pré-aquecido durante 30 minutos, até ficar dourado. Deixe arrefecer um pouco e corte em fatias para servir.

(Receita do pão adaptada de Mediterranealicious)


Pão entrançado de pesto . Pesto braided bread

It is not very common to make bread at home, I'm lucky to have a great bakery right outside the door. Wheat, rye, carob or corn bread, large, small, rolls, you name it. I've had a bread machine bread but that type of loaf, equal one after the other, lost to competition, the bakery, that at 7 am already has batches of bread still warm from the oven. However, from time to time, I feel like making bread at home. I like the whole ritual. To wait for the yeast to come alive, to watch how the loose flour becomes an elastic and flexible dough, of leaving it rest, undisturbed, the time required to grow; and finally, the best part, the the aroma and flavor of freshly baked bread.

This recipe was republished in My Common Table blog, where all the new recipes will be published from now on.

Pesto braided bread

Impress your friends and family with this pesto braided bread, pretty on the outside and full of flavor inside.
Makes 1

Ingredients:
160ml lukewarm milk
20g fresh yeast
1/2 teaspoon sugar
300g flour + extra for dusting the work surface
1 tablespoon olive oil + extra for greasing
2 teaspoons salt

For the pesto:
1 bunch fresh basil, leaves only
1/2 cup extra virgin olive oil
1/3 cup pine nuts
2 garlic cloves
1/2 cup freshly grated Parmesan cheese
Salt and freshly ground black pepper, to taste

Method:
1. In the bowl of a stand mixer fitted with the dough hook, combine the milk, yeast and sugar. Let stand in the bowl until the mixture is frothy, about 10 minutes.

2. Stir in flour, olive oil and salt. Knead to a smooth dough, about 10 minutes. The dough should clean the bottom and sides of the bowl. If it doesn't, add more flour, if it's too wet, or water, if it's too dry, one tablespoon at a time.

3. Slightly oil the dough ball and cover the bowl with plastic wrap. Allow to rise for about 1 hour, until it has more or less doubled in size.

4. While the dough is resting, make the pesto. Combine the basil, olive oil, pine nuts, garlic cloves, salt, pepper and one tablespoon of cheese in the bowl of a food processor and pulse a few times. Add the remaining cheese and mix with a spoon. Taste and adjust the seasoning.

5. Preheat the oven to 180º C and line a baking tray with parchment paper. Lightly flour the work surface and roll out the dough into a rectangle. Spread the pesto over the dough, leaving a small margin around the edges.

6. Roll the rectangle lengthwise and lay it on the baking tray. Cut the dough into half, lengthwise, turning the cut side up. Then start braiding by crossing one half over the other.

7. Bake for 30 minutes in the preheated oven, until golden brown. Cool slightly and slice to serve.

(Bread recipe adapted from Mediterranealicious)

Comments

  1. Já eu então, não como pão que não seja feito cá em casa - fora quando vou a Estremoz e volto de lá de pão alentejano nos braços, mas isso são outros quinhentos!! Pães assim deste tipo, recheados, isto para mim é do demo, é a minha perdição, não resisto mesmo, nem quero resistir ahahh!! Adoro e já marquei eta receita para fazer.
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  2. Cá eu, ao contrário, adoro fazer pão em casa e só não faço mais, porque quanto mais fizer, mais como, lol e como pão é o meu guilty pleasure, não me posso esticar muito.
    Adoro essa combinação e tenho ali uma receita da Donna Hay marcada para fazer e que é muito semelhante.
    Um grande beijinho,
    Lia

    ReplyDelete

Post a Comment