Gaspacho / Gazpacho



Depois de um começo muito tímido, parece que o verão chegou finalmente em força, com as temperaturas a subirem e a vontade de comer a descer :)

Já tenho referido por aqui que tenho uma costela alentejana. É a costela por parte da mãe, que nasceu em Portalegre, no Alto Alentejo. Por isso, os sabores e a gastronomia alentejana sempre fizeram parte da minha vida, desde muito nova. Ora, os alentejanos, com o engenho e arte de quem com pouco consegue fazer muito, têm uma sopa fria para espantar o calor, o gaspacho, cheia dos sabores maravilhosos da cozinha mediterrânica: tomate, pepino, pimento, cebola e azeite. 

A minha mãe faz o gaspacho como é tradição no Alentejo, com os legumes cortados em pedaços muito pequenos mas inteiros, não triturados. Gosto muito, mas esta versão que se faz na Andaluzia, em Espanha, é mais apreciada na minha casa, especialmente pelos mais novos. 

A receita é muito rápida de fazer mas, para que o gaspacho ganhe mais sabor, é muito importante que fique algum tempo no frigorífico, não só porque é uma sopa fria, mas também para que todos os sabores se misturem.

Por isso, ganhem coragem, saiam da frente da ventoinha e vão num instantinho à cozinha preparar um gaspacho. Vão ver como, daqui a umas horas, vão ficar felizes de o ter feito :) Bom apetite!





After a very shy beginning, it seems that summer has finally arrived in all its strength, with the temperatures rising and the will to eat diminishing :)

I have already mentioned here that part of my origins is in Alentejo, in the south of Portugal, since my mother was born in the city of Portalegre. Therefore, the flavors and the Alentejo’s gastronomy have always been part of my life since an early age. The people of Alentejo, with the skill and art of those who do a lot with little, have a cold soup to chase away the heat, the gazpacho, full of the wonderful flavors of the Mediterranean cuisine: tomato, cucumber, pepper, onion and olive oil. 

My mother makes the gazpacho as it is tradition in Alentejo, with the vegetables cut into very small pieces but whole, not in a purée. I like it, but this version done in Andalucia, Spain, is more appreciated in my house, especially among the youngest. 

The recipe is very quick to make but, for the gazpacho to get more flavor, it is very important to let it rest for some time in the refrigerator, not only because it is a cold soup but for all the flavors to come together. 

So, gain some courage, leave from the front of the fan and go in a jiffy to the kitchen to prepare a gazpacho. You’ll see, in a few hours, that you’ll be happy you did it :) Enjoy!






Gaspacho 
Serve 4

6 tomates médios maduros, sem pele nem sementes 
½ pimento vermelho, sem sementes
½ pimento verde, sem sementes
1 pepino médio, descascado e sem sementes
1 cebola média
2 dentes de alho
3 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
½ chávena de manjericão fresco, picado
Sal e pimenta moída na hora, a gosto
Croutons para servir (opcional)

Cortar todos os vegetais em cubos e colocar numa taça grande. Juntar o alho, sal, pimenta, azeite, vinagre e manjericão.

Reduzir a puré com a varinha mágica (ou usar um liquidificador ou processador de alimentos). Mexer e retificar os temperos. Se achar o gaspacho muito grosso, adicione um pouco de água ou de caldo de legumes frio. Se, pelo contrário, estiver muito líquido, pode juntar alguns croutons ou pão da véspera.

Levar ao frigorífico num recipiente tapado durante 3 a 4 horas, pode ser mais, para que os sabores se misturem e a sopa fique bem fria. Servir guarnecido com pedaços pequenos de legumes crus e croutons.

Para fazer os croutons em casa, cortar pão (melhor se for da véspera) em cubos pequenos, regar com um fio de azeite (juntar sal, pimenta e ervas aromáticas, se quiserem) e alourar no forno quente (180º C) durante 15 a 20 minutos. A meio do tempo virem-nos para que fiquem dourados por igual. 

***

Gazpacho 
Serves 4 

6 medium ripe tomatoes, peeled and deseeded 
½ red pepper, deseeded 
½ green pepper, deseeded 
1 medium cucumber, peeled and deseeded 
1 medium onion 
2 garlic cloves
3 tbsp olive oil 
2 tbsp balsamic vinegar 
½ cup fresh basil, chopped 
Salt and freshly ground pepper, to taste 
Croutons for serving (optional) 

Cut all vegetables into cubes and place in a large bowl. Add the garlic, salt, pepper, oil, vinegar and basil.

Puree the vegetables with a hand blender (or use a blender or food processor). Stir and adjust the seasoning. If you think the gazpacho is very thick, add a little water or cold vegetable stock. On the contrary, if you find it very liquid, you can add some croutons or stale bread. 

Keep in the refrigerator, in a covered container, for 3 to 4 hours, it may be more, for the flavors to blend and the soup becomes cold. Serve sprinkled with small bits of raw vegetables and croutons. 

To make croutons at home, cut some bread (best if stale) into small cubes, sprinkle with a drizzle of olive oil (add salt, pepper and herbs if you like) and cook in a hot oven (180 º C) for 15 to 20 minutes. Turn the pieces at half time so that they become evenly golden.

Comments